Posts

RADIAÇÕES GEOMAGNÉTICAS E ENERGIAS TELÚRICAS

14BPara entendimento do texto abaixo é necessário conhecer os seguintes conceitos definidos pela prática geobiologia:

Veio Subterrâneo de Água: em geobiologia consideramos veios subterrâneos de água os fluxos de água subterrâneas que possuem direção específica. Não consideramos as águas espraiadas e os lençóis freáticos como sendo veios subterrâneos de água.

Falha Geobiológica: São rupturas, ou trincas no subsolo devido a um recalque no solo. As falhas podem ser visíveis na superfícies ou não visíveis. Também consideramos em geobiologia como falhas geológicas a linha de encontro entre duas formações rochosas diferentes ou a formação rochosa de um tipo de rocha sobre uma base rochosa diferente.

Redes Geomagnéticas: As redes geomagnéticas são estruturas definidas pelas linhas de força do campo magnético terrestre e têm caráter eletromagnético. Essas redes podem ser encontradas em toda superfície terrestre.

As Redes Geomagnéticas possuem direções e sentidos de circulação pré-definidos, diferentemente dos veios subterrâneos de água ou falhas geológicas que possuem direções e sentidos determinados principalmente pela formação do subsolo e rochosa dos locais onde se encontram. As redes geomagnéticas mais conhecidas e estudadas pela geobiologia são a Hartmann, Curry e Peyré.

A existência dessas redes é polemica mesmo sabendo-se que já foi comprovado que na vertical dessas linhas podemos mensurar alterações no potencial elétrico da atmosfera e terrestre, na condutividade do solo, na emissão de partículas radioativas gama e também pequenas diferenças na temperatura infravermelha emanada do solo. Além disso também é observado alterações fisiológicas nos humanos e na resistividade elétrica cutânea dos indivíduos que permanecem mais de meia hora sobre a vertical dessa redes.

A Terra possui uma estrutura física e energética composta por uma rede muito bem definida de meridianos subterrâneos. Esses meridianos são os veios subterrâneos de água, as falhas geológicas e as redes geomagnéticas explicadas acima.

Os veios subterrâneos de água, as falhas geológicas e as redes geomagnéticas terrestres geram em sua vertical, algumas alterações físicas, principalmente uma alteração na diferença de potencial elétrico no ar e da terra. Essas alterações são recebidas pelo corpo humano através de micro estímulos elétricos.

Com isso a resistência elétrica cutânea é alterada e a voltagem corporal aumenta, dependendo da quantidade de horas diárias que se permanece sobre essas influencias funções orgânicas podem ser alteradas, podendo, a longo prazo, até ocorrer disfunções celulares. Alem disso foi comprovado por pesquisas e experimentos realizados por médicos e engenheiros desde a década de 1950 que o nosso sistema endócrino sofre alterações na intensidade de seu funcionamento quando estamos sobre locais que possuem um desses fatores citados acima. Por exemplo, quando permanecemos na vertical de um veio subterrâneo de água nossa tireóide aumenta a intensidade de seu funcionamento em quase 3 vezes, já a hipófise e o timo diminuem em quase 2 vezes a intensidade de seus funcionamentos.

A partir de prospecção geobiológica podemos mapear os veios subterrâneos de água, as falhas geológicas e as redes geomagnéticas e assim determinar pontos de alta concentração de radiações telúricas e de alterações eletrostáticas no ar. Esses pontos são comumente chamados de geopatogênicos e deve-se evitar o posicionamento de cômodos de permanência prolongada sobre eles, como quartos, salas de aula e escritórios.

Quando detectamos na superfície da Terra um cruzamento com três ou mais meridianos desses citados acima, constatamos que eles possuem alta concentração de radiação telúrica e concentração iônica no ar, devido à sobreposição das radiações emanadas por cada meridiano (falhas, veios subterrâneos de água e redes). Denominamos cada um destes pontos de cruzamento altamente energéticos de Pontos-Estrela.

Apesar da denominação de pontos geopatogênicos, estes pontos não são maléficos por natureza. O que determina sua negatividade é a forma de interação com as energias provenientes deles. Podemos usufruir desses pontos, por exemplo, para permanecer terapeuticamente na vertical deles, realizar práticas espirituais, meditações, nos sintonizarmos com a Terra ou intencionar os locais com acupunturas na Terra.